Sobre Fotógrafa de Casamento Florianópolis - Fran Hoffmann

Sobre

Fran Hoffmann

Eu sinceramente não consigo me lembrar quando foi que contei minha primeira história.


Sei que por muito tempo, desde que me conheço por gente, passava meus dias imaginando ou narrando contos por ai. Fazia de um livro uma peça de teatro, da novela que assistia na TV eu imitava, me dirigia e também contracenava. Eu era a assistente de palco do programa de auditório e também a criança da platéia que participava das brincadeiras dos programas de auditório. Tudo isso aconteceu por toda uma infância, gostava de brincar sozinha dentro de casa, lá eu sabia que poderia imaginar o mundo que quisesse que ninguém iria rir de mim. Mal sabia eu que na verdade nunca estive sozinha, eu carregava um mundo dentro de mim e da minha cabeça <3


Poder falar sobre as coisas através do meu olhar e com o meu coração poderia ser algo que eu te falaria de como eu vejo a fotografia hoje, aos meus 29 anos. Mas não seria sincero com aquela menininha que criava um mundo dentro da sua cabeça e se emocionava com personagens fictícios da TV. A possibilidade de narrar novas e únicas histórias e desenha-las com o meu olhar é como eu vejo e vivo a vida. Desde aquela época que eu não consigo nem lembrar!

Eu nunca soube ao certo o que faria profissionalmente ao me tornar adulta. Já fui jornalista, social media e planejamento em agencia de marketing digital, trabalhei com eventos, fiz pós graduação em comunicação digital, fiz documentários e escrevi até notinha de velório no jornal. Eu nunca soube ao certo o que estava fazendo ali, a unica coisa que eu sempre soube é que contar histórias era a unica peça chave que me tornava a pessoa que eu sou, aquela lá da origem, a menina que existe aqui dentro de mim (e me fez achar incrível a ideia de pintar meu cabelo de rosa depois dos 18 hahah).

Tudo obviamente sempre deu meio que errado, era eu tentando podar as asas que minha imaginação criava. Eu me vi inúmeras vezes perdida, e foi ali, num daqueles momentos da história quando a mocinha pensa em desistir de tudo e não sabe mais para que lado da floresta escura correr, que a vida passou a fazer um grande sentido. E foi ai que descobri a minha nova e primeira lição com a fotografia: a vida pode ser muito mais incrível quando ela é vivida de verdade, pra valer, sabe?

E ai eu chego hoje com você aqui, no meio dessas linhas um pouco embargadas de emoção (é o ascendente em peixes) contando mais uma história: A NOSSA!

Sabe por que nossa? Porque é aqui que iniciamos um momento de conexão para escrevermos a SUA história. Fotografia é alma, é vivência, é você encontrar no meu olhar a forma mais singela e amorosa que gostaria de contar uma página tão importante do álbum de lembranças da sua vida.

É acima de tudo identificação, coisa de alma. E justamente por isso te contei aqui um pouco daquilo que eu nem lembro mais quando passou a fazer parte de mim, mas foi quem me fez ser a pessoa que enxerga a sua história como algo de valor, único e que merece ser tratado com zelo e amor.

Eu tô aqui ansiosa pra te conhecer melhor!
Saber o que te faz rir, se emocionar e aquela história maluca que você e quem tu ama adoram contar.
E assim, narrar da forma mais emocionante e divertida aquilo que aprendi com a fotografia:

Que a vida pode ser muito mais incrível quando ela é vivida de verdade!